top of page

Vinho estragado nunca mais: como armazenar vinho corretamente em casa.



O vinho é uma bebida alcoólica feita a partir da fermentação de uvas, e existem cinco tipos principais: espumante, vinho branco, vinho rosé, vinho tinto e vinho de sobremesa. Cada um desses tipos possui características únicas de cor, aroma, paladar e corpo. No entanto, o vinho é uma bebida sensível e pode facilmente perder suas propriedades originais quando exposto a condições inadequadas de armazenamento.


Ainda há muitas dúvidas de como armazenar o vinho corretamente para preservar suas características e evitar que ele estrague. Uma das principais preocupações é o contato do vinho com o oxigênio. Quando um vinho é exposto ao ar, ele começa a oxidar e pode perder suas propriedades originais, como coloração, sabor e aroma. Além disso, a luminosidade e a temperatura também podem afetar a qualidade do vinho.


Por isso, é importante armazenar o vinho em um local adequado, especialmente se você pretende guardá-lo por um período mais longo. A garrafa de vinho deve ser mantida em um lugar escuro, com temperatura controlada e baixa umidade. Se a garrafa for fechada com uma rolha de cortiça, é recomendável guardá-la na posição horizontal para evitar que a rolha resseque e permita a entrada de ar na garrafa.


Para guardar rótulos que ainda não foram abertos, a duração do armazenamento depende do tipo de vinho. Espumantes, brancos, rosés, jovens e sem estágio em barril de carvalho não devem ser guardados por mais de 3 anos. Vinhos complexos, com passagem em barril, fortificados, podem ser guardados por muitos anos. Por exemplo, um vinho do Porto pode se preservar por 15 anos quando bem armazenado. Além disso, existem classes especiais de vinho que sustentam muito mais do que o tempo de guarda sugerido. Ambientes com variação de umidade, temperatura e luminosidade, como geladeira, armários e despensas, deixam o vinho mais propenso a estragar e apresentar defeitos, por isso, o mais adequado para armazenar e conservar seus vinhos por um longo tempo, é investir em uma adega.


Para as garrafas já abertas, sugere-se aos espumantes, vinhos brancos e rosés alguns dias na geladeira, enquanto os tintos, cerca de 1 semana. Os de sobremesa, até 1 mês em média. Também é possível utilizar acessórios que preservem as características do rótulo por mais tempo, pois retiram o oxigênio de dentro da garrafa após aberta, como as bombas a vácuo ou de gás argônio.


Se você é um amante de vinho, armazenar adequadamente esta bebida é fundamental para preservar sua qualidade e suas características únicas, sendo uma uma parte importante do processo de degustação. Considerando fatores como o tipo de vinho, tempo de armazenamento e métodos de preservação, é possível desfrutar de um bom vinho por muito tempo.


Para experimentar vinhos de qualidade e conhecer mais sobre o mundo dos vinhos, não deixe de participar do evento Wine in Búzios, que acontecerá em breve. Você poderá degustar vinhos selecionados e aprender com Sommeliers renomados as melhores formas de saborear esta bebida inigualável, elevando o patamar das suas experiências sensoriais e criando memórias inesquecíveis.

14 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page